mania de repetir

Novas manias

Tenho recebido novas visitas e novos amigos estão deixando seus recadinhos. Outros amigos visitam o nosso espaço me reconhecem e dão a grata surpresa do reencontro mesmo que virtual. Bom demais! Cada comentário é recebido com muita alegria.

Milena tem se comunicado tão bem! Outro dia conseguiu me “dizer” que queria colocar o vestido de quadrilha. Pediu para tirar a roupa que usava, me pegou pela mão e começou a procurar o vestido dizendo: “dê” = cadê? (no Brasil significa onde está?). Enquanto não encontramos o tal vestido a mocinha não se deu por satisfeita. Ainda ontem pediu au au pra “tia” Mônica, sua fono. Ela não entendeu. Mas minha pequena persistiu e mostrou a sombra da mão dela na parede. Queria brincar de fazer bichinhos na parede com sombra das mãos.

São coisas difíceis para um adulto deduzir e a danadinha conseguiu se fazer entender. Não é o máximo?

Repetições e mais repetições

Temos manias novas também: agora ela se fixa em alguma coisa e quer fazer a mesma coisa muitas e muitas vezes. Se ela me pede para cantar a música do papa e eu canto ela quer que eu repita por horas a mesma música e os mesmos gestos. Tem sido difícil finalizar algo que ela está gostando de fazer. Quando me recuso a continuar, mesmo quando mudo para algo que ela curte, ela fica muito agressiva. Bate, joga as coisas e chora. Mas um choro contido, aquele lacrimejar de quem está muito bravo. Lágrimas que não caem mas que expressam muito.

Nestes momentos procuro falar por ela. Dizer que está triste, que seria bom continuar, mas que não é hora… Aí ela fica muito chata. Chora por qualquer coisa, faz birra o tempo todo, mas é assim que vai aprendendo a lidar com a frustração. Difícil para ela, para todos nós. Por outro lado, vamos ganhando experiência, aprendendo cada vez mais.

Dr. Ami Klin, esteve no Rio. Eu fui assistir sua palestra e minha querida amiga Eliane gravou e me enviou. Tem um momento em que ele diz: “se você coloca juntos um grupo de portadores de autismo, o que mais vai chamar a atenção é o quanto eles são diferentes e não suas semelhanças”.

É isso. Aprendendo a lidar com estas pessoinhas tão especialmente especiais.

Beijos a todos, um ótimo fim de semana e uma excelente semana!

Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe seu comentário