16 anos

16 anos


*Use fones de ouvido para ouvir melhor o áudio.

Dia 09 de novembro é aniversário da Milena, mais uma vez passa aquele filminho na minha cabeça toda vez que penso nisso. Passou rápido demais. Mais do que passaria para qualquer criança porque eu mesma imprimi uma pressa, uma corrida em nome de um desenvolvimento que não acontecia. Correndo tanto atrás de terapias, de estímulos, de atividades, eu me perdi um pouco de mim mesma, da mãe que eu estava sendo.

Pode parecer meio triste isso, mas não é de jeito nenhum! É o mesmo que dizer que você vai participar de uma maratona como uma escolha consciente e depois se queixar de que foi … corrido 🙂

Não se trata de queixa, se trata de uma constatação de que na nossa maratona quase comum a todos os pais de autistas, ganhamos uma mocinha feliz que longe de alcançar um marco do que se poderia chamar de “normal”, alcançou o melhor de todos os marcos que é o: melhor possível.

As escolhas possíveis

Sim, se tem uma mensagem que este texto precisa deixar para todos os pais, irmãos, cuidadores, familiares, amigos de autistas do mundo afora é que a melhor das escolhas são as escolhas possíveis. Sabe aquela sensação: “Eu fiz tudo o que eu podia, o melhor que eu pude”? Essa aí. Esse tem que ser o que nos motiva a correr atrás.

Hoje eu recebo muitas mensagens e tanta gente me pergunta se é possível auxiliar o desenvolvimento de uma criança ou jovem com Autismo sem dinheiro e a resposta é: absolutamente sim! Mas você tem que fazer o que da conta de fazer para poder ser inteiro ou inteira na relação, curtir o que está se propondo a fazer. É isso, estímulo é agir junto, se integrar e achar os meios para esta integração, esta troca acontecer, essa troca.

Se você consegue se conectar com esta criança ou jovem e permanecer neste contato por um bom tempo, ‘voilá’… Você conseguiu o melhor de todos os resultados possíveis. Agora é fazer com que esta competência passe aos poucos para a pessoa/criança/jovem com Autismo. São eles que tem ter essa capacidade de se conectar com outras pessoas também.

16 anos de desafios e muito amor

Fácil? Não, de jeito nenhum!!! Possível? Sim!!!

Ver Milena hoje em dia morrer de medo de um compromisso novo na agenda da escola e mesmo com esse medo do imprevisto, sair e enfrentar… Minha gente, não tem preço.

São 16 anos de apontar e mostrar o mundo, 16 anos de conversas no pé do ouvido, de “eu te amos” dormindo, de “eu te entendo” diários, “você consegue” frequentes. Dia após dia, hora a hora e a certeza dela de ser compreendida e aceita.

Sim, ainda é visível o sentimento de inadequação e Milena ainda grita por amigos, ela sente sua dificuldade e arrasta, sim, o peso da sua inabilidade social. O tal transtorno é como um furacão, mas ele não vem e passa pegando as pessoas preparadas, ele é constante, lidamos com ele a cada dia, ela lida com ele dentro de si mesma a todo momento.

Mais compreensão, por favor!

Em alguns momentos o egoísmo se manifesta e me pego reclamando diante das crises dela. Eu que tenho os instrumentos de compensação, que tenho amigos e que sei me desestressar. Eu que sei falar o que estou sentindo e desabafar a minha angustia e ainda mobilizo a simpatia e recebo palavras de consolo que realmente funcionam… Eu me pego querendo compreensão. Aí eu me lembro que ela não consegue explicar nem pra ela mesma o porquê da angústia, nem consegue enxergar os caminhos para sair de uma crise. Ela que se vê dominada pelos gestos impulsivos e chora sentida pedindo desculpas por ter levantado a mão pra mim.

Momentos assim vem ao lado de momentos de pura mágica. Expressões de carinho autêntico e mostras de compreensão do que acontece ao redor. Empatia mais profunda do que qualquer um de nós é capaz, muitas vezes não expressas ou não compreendidas por quem não sabe ler gente.

Feliz aniversário

Minha filha, mamãe queria tanto escrever um texto lindo a cada aniversário seu! Queria ser capaz de colocar em palavras e compartilhar com o mundo inteiro o quanto você é incrível e como faz diferença ter você na nossa vida. Eu sei que não posso fazer isso porque sentimento a gente sente e assim, como o Autismo, não se comunica muito bem.

Diante da minha incapacidade de gritar pra todo mundo ouvir, deixo a minha expressão de amor por conta das fotos, das imagens e mais do que tudo, da minha ação e minha disponibilidade a você. Que neste aniversário, assim como em todos os outros, você se sinta acolhida e que o amor de sua família seja pra sempre o seu suporte.

Feliz aniversário minha filha.

Post anterior Próximo post

Você também vai gostar

Deixe seu comentário!

avatar
  Subscribe  
Me envie notificações de