9 anos

9 anos de vida

ate9anosHoje minha Milena completa nove anos 🙂 E claro que, como para todos os outros habitantes do planeta terra, tenho que lidar com a sensação de que o tempo passou depressa demais… E como sempre, tais datas nos fazem repassar tudo o que foi vivido e nos conduzem a um retrospecto de tudo o que vivemos até aqui.

Olho para trás e me vejo com uma barriga enorme, linda e muito feliz! A maternidade sempre me encantou, sou daquelas mulheres que adora engravidar, parir, amamentar e cuidar de filho. Esperei por mais um parto normal e como aconteceu nos dois partos anteriores, sabia que viveria outro momento dos mais bebe1emocionantes da minha vida e que minha filha traria um novo significado a meu mundo.

Porém, com a falta de dilatação, enfrentei minha primeira cesárea que foi bem mais tranquila do que pensei e com alegria imensa recebi a minha linda menina que superou qualquer expectativa quanto a dar novos significados a minha vida!

Difícil lembrar da incerteza dos primeiros meses, até hoje lembro deste período como se estivesse envolto em neblina. Na escuridão dos diagnósticos imprecisos e do futuro sombrio que se erguia à minha frente eu clubepapai3me sentia tão pequena, tão indefesa!

Aos poucos fui me situando, me informando e depois foi recobrar o fôlego e voltar a ver o mundo em cores. Aquela garotinha linda não poderia significar nada além de alegria e orgulho! E como Milena sempre foi linda, carinhosa, sensível, preocupada com o outro e muito educada!

A tristeza sentida após uma crise de birra, era duplamente recompensada pela fala de um palavra nova, ou a conquista de uma habilidade qualquer. E foram tantas as alegrias e tão intensas, que as vezes duvido da sabedoria Divina e acho que Deus cometeu algum erro ao me conceder tantas dádivas!sapeca2

Milena me arranca risadas como ontem pela manhã, quando me saiu com um “bah” bem gaúcho! Ou me surpreende como na última sexta quando entrou na sala do médico e me ignorou completamente e sustentou sozinha e com perfeição o diálogo com o Dr. contando a ele sobre a tosse, sobre ter tido febre, e não, não tinha sido febre alta… Por cinco minutos fiquei lá observando os dois conversando sendo minha presença ali quase dispensável.

As alegrias chegam pelas vias mais inusitadas, principalmente se significam autonomia e maturidade. Como outro dia, quando fui acordá-la cheia de chamego, dizendo o quanto a amo, que ela acordasse, e dava beijos inedita2e abraços. Ela abriu os olhos com muita dificuldade cheia de sono e me disse em alto e claro som: – vai lá pro outro quarto!

Ela tem sido a minha fonte de sorrisos, meu motivo para aprender mais e me aprimorar. Me mostra o quanto a pessoa com Autismo pode conquistar e me faz querer brigar com o mundo para que outras crianças tenham as oportunidades que ela tem. Me faz virar onça para defendê-la ou rolar no tapete pra brincar com ela. Ela me roubou o tempo, mas poucas coisas em que eu investisse meu tempo me trariam tanto retorno positivo.

Minha filha há nove anos tem diariamente contribuído para que eu me torne alguém muito melhor. Filha, meu presente é você e o seu presente também é este: me dou a você a cada dia, inteira, incondicionalmente e mesmo sabendo que uma pessoa não basta para povoar o mundo de alguém, quero ser presente o suficiente para que seu mundo seja também o meu e onde você não conseguir chegar eu me estendo e faço ponte para que você consiga alcançar.

Feliz Aniversário Milena!

Post anterior Próximo post

Você também vai gostar

Deixe seu comentário!

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Me envie notificações de