8 anos

Feliz Páscoa!

pascoaAcabo de fazer uma transferência de embalagens em ovo de páscoa. Quem diria, eu me prestando ao papel de falsificadora 🙂

É que a Milena está definitivamente acreditando que o coelhinho vai trazer um ovo pra ela, outro dia pegou um destes panfletos de oferta de supermercado e eu pedi para ela jogar fora, na mesma hora ela disse enfática: – não mãe (novidade está me chamando de mãe, não mais de mamãe como eu gosto), estou escolhendo um ovo pra pedir pro coelhinho. Tá bom, eu sei que as crianças do mundo todo falam coisas lindinhas e muito espertas pras suas mães, mas qualquer frase inteira que escuto minha filha falar, de forma espontânea, cheia de razão, faz meu coração se encher de felicidade. É mais que uma conquista.

Ela então escolheu um ovo da Moranguinho. E o glúten minha gente? Como faz agora? (diria a Milena). Eu então comprei um ovo sem glúten, sem leite, que aqui em Porto Alegre se acha com mais facilidade e fiz uma troca de embalagem, colocando a “surpresa” dentro do outro e tudo o mais.

Eu não acredito em verdades para o Autismo, sinto muito. Acho que cada autista é único e muitos se beneficiam mais com uma abordagem do que com a outra e assim também é com a dieta. Eu conheço pais que fizeram a dieta e acreditaram por muito tempo e depois de não ver melhoras reais abandonaram a mesma. Conheço muita gente que é contra e conheço muita gente que segue a dieta como religião. Eu sou aquela pessoa que caminha lá no meio, buscando se equilibrar entre os extremos.

Desta forma eu bem que queria que a minha Milena não se beneficiasse tanto da dieta…

– Credo Cris, ficou doida, isso é coisa de se falar?!!

Mas a dieta perto dos benefícios que temos colhido é muito fácil, mas se formos pensar direitinho, não é brinquedo não minha gente. Imaginem o que é uma pessoa não comer nada que tem leite, nem soja (Milena tem alergia), e nem glúten? Oh minha gente é um tal de faz bolo e providencia lanche para levar pra tudo que é lugar e substitui bolo de aniversário e docinho… pra quem não tem afinidade com a cozinha não é fácil não. Ainda mais agora sem minha mestre-cuca particular, a Tatá!!!

birraSó que não tem jeito minha gente, tentei voltar só com o leite outro dia, nem era pra beber não, como ingrediente. Ela ficou bem uns três dias, depois começou o choro sem motivo, as crises de birra… parei na mesma hora! Não dá pra viver aquele pesadelo outra vez.

Por isso é páscoa com chocolate ruim coitada! Não é muito ruim não, é mais ou menos… É sério, dá para comer de boa se você não comparar com o outro, claro. O que eu trabalho muito é esse coitada sabe? Sentir dó, sentir pena é coitadinhapéssimo. Eles sentem a nossa energia e se tornam mesmo coitadinhos.

Talvez esta seja uma das grandes verdades do autismo. A antena que essas crianças têm para sentir a energia. Dessa forma, nos manipulam, nos seduzem quando querem algo, ficam nervosos quando estamos nervosos, fazem pirraça quando estamos estressados… A energia de uma família vai determinar grande parte do comportamento de uma pessoa com autismo, é só para e observar.

Por isso eu tento não sentir pena pela Milena não comer pão, guloseimas, chocolate. Eu não como carne há… hammm…. 26 anos – eu sei, tô velha… pois é. E todo mundo diz coitada quando vou a um churrasco e olha aqui, eu não sinto a menor vontade, de verdade… não faz diferença.

Por isso que eu lido bem com a dieta, com as páscoas, aniversários e vou tocando a vida. Se tivesse que reclamar não ia faltar assunto, mas quer saber? Tem muita gente por aí, muita, muita gente em situação pior. Por isso com autismo, com dieta, com cidade longe e diferente, com friozinho chegando eu abro os olhos todos os dias e sorrio, agradeço a Deus e levanto pra enfrentar meus desafios do dia e pra ser feliz. Espero sinceramente que você também seja 🙂

Coelhapascoa3

FELIZ PÁSCOA!!!! Obrigada pelo carinho, é muito melhor que chocolate 🙂

Post anterior Próximo post

Você também vai gostar

Deixe seu comentário!

avatar
  Subscribe  
Me envie notificações de