8 anos

Amizade: Julia e Milena

Eu não sei se acontece com todo mundo, acho que não. Mas, tem dias que a gente acorda diferente, entre a angústia e o mau humor, tendendo a achar tudo ruim… Isso acontece muito comigo no período de TPM, e eu sei que estou nesta fase quando vou rezar ( eu não uso preces prontas, procuro conversar com Deus, agradecendo sempre) e, se neste momento eu choro… chiii pode saber, estou depressiva.

menininha5Não tem grana, nem nada material que faça passar esta sensação de falta. O remédio, na maioria das vezes, é pensar nas pessoas que gosto, me aquecer com o carinho da lembrança da minha família e dos meus amigos. Tem gente que nem sabe a importância que tem na minha vida!

Uma das coisas que me faz sentir agraciada por Deus, é a abundância de gente boa convivendo comigo em todas as fases da minha vida. Gente que eu nem convivo mais, mas que sei que posso contar. Aqui no blog mesmo tenho a prova disto, os comentários e e-mail´s que são um presente no meu dia, me trazem o contato de quem eu amo mas não convivo e de quem eu nem conheço mas amo. Aquele sentimento real, que faz bater o coração mais forte e me motiva a sorrir. Nestes momentos, me lembro dos meus queridos do coração, lhes envio um pensamento bom, um desejo forte e sincero de que estejam bem e sigo com meu dia mais leve, mais tranquila. Este é o poder da amizade.

Há alguns anos, na lista de discussão sobre autismo do Yahoo Grupos, conheci uma mãe que entrou no grupo no período difícil do diagnóstico recente de autismo. Sua filhinha era ainda um bebê e eu, que já tinha vivido esta experiência, a consolei como pude e nos tornamos amigas. Ao longo dos anos descobrimos muita coisa em comum, entre elas a nossa data de aniversário. Júlia se tornou como que, uma afilhada virtual, comecei a dieta SGSC com a Milena por influência dela (talvez ela nem saiba disso) e sempre ficamos impressionadas com o quanto as nossas filhas se pareciam. Como eu poderia imaginar que viria morar perto dela um dia?!

Na última quinta eu tive a honra de conhecer a pequena Júlia, pois a Marcia eu já havia abraçado no congresso que teve aqui em Porto Alegre ano passado. Pudemos ver Milena e Júlia “brincando juntas” – Milena quis brincar de massinha e Julia de casinha, mas estavam juntas. Uma interação muito estranha a das duas, não havia troca, só companhia e muita semelhança no jeito diferente e estranho de ser.

Quando a Milena come, sua boca fica suja em volta, lambuzada sabe? Julia também. Milena fica espantada, assustada quando deixa algo cair ou derramar ou quebrar, Julia também fica, embora atualmente, sua reação seja mais intensa. Perguntam muito, não respondem, olham nos olhos, mas não encaram e muitas, muitas outras semelhanças que não temos como explicar. Ainda assim, são muito diferentes, claro. Julia não tem dificuldades cognitivas, já lê e é fascinada por trajetos, mapas, viadutos, números e Milena, se interessa mais por pessoas, mas não sabemos ainda o que ela sabe, pois em determinados momentos demonstra que sabe, em outros parece ter se esquecido, não lê e pelo jeito ainda vai demorar muito… Enfim, pude conhecer esta garotinha incrível e foi uma experiência emocionante e enriquecedora.

São estes presentes que a vida nos oferta, escondidos entre a adversidade. Quando pensamos que nossa vida está ceuestrelaspassando por um momento ruim, surge uma luz, ou muitas, na forma de amigos, que nos tiram da escuridão. De todas as experiências que vivo a cada dia, esta merece destaque: enquanto caminho pela estrada da minha vida e a noite vai chegando e a escuridão teima em dominar a paisagem, direciono o meu olhar e percebo estarrecida, como o céu da minha vida é repleto de pontos luminosos. Alguns distantes, outros mais perto, brilhos diferentes e todos, lindos. São os meus afetos do coração, amigos, irmãos, familiares, professores, meus filhos, meu amor. Todos enviando luz e calor e fazendo possível que eu me torne quem sou. Eu tento reluzir e enviar de volta um pouco do tanto que recebo, é nesta hora que me percebo estrela, provavelmente brilhando também no céu de alguém.

Beijos de luz pra quem me lê, obrigada sempre!

bonsamigos

Post anterior Próximo post

Você também vai gostar

Deixe seu comentário!

avatar
  Subscribe  
Me envie notificações de