7 anos

Solidariedade

imagesAqui estou eu, insone às 04:30 da madruga, daqui há pouco o dia começa com a correria de sempre e eu, sem energia para tocar a minha rotina corrida. Eu não sei quanto a vocês, mas eu já estou bem cansada e tento me convencer a cada dia que o ano ainda está começando, mas não tenho conseguido o vigor que eu queria, será o peso dos 4.1???? 🙂

Eu tenho realmente uma agenda muito cheia e não tenho vontade de parar, por um lado as terapias de minha filha, que são inúmeras, mas que trazem à vida dela uma dinâmica a meu ver, necessária e por outro lado a rotina da voluntária que se sente frustrada por demais se ficar em casa sem contribuir de alguma forma. O Lar Viva a Vida, o Instituto Autismo e Otimismo, são as ONG´s que tomam meu tempo, “roubam” meu sono, mas dão um sentido enorme a esta minha vida. Este espaço também é um cantinho onde posso ser solidária com quem me lê e onde me sinto acolhida em minhas angústias e alegrias. O Mundo da Mi é meu espaço terapêutico 🙂 Não vão querer cobrar honorários hein pessoal!!!

O Divaldo Franco diz sempre: “Só é solitário quem não é solidário.” Egoisticamente eu sou solidária, meu ganho é muito, muitomundo maior do que minha doação. Cada comentário que recebo aqui, tem o poder motivador de dez livros de autoajuda. Cada família com autismo que consigo orientar, ajudar de alguma forma faz com que eu me sinta especial e cada criança do Lar que me recebe com o olhar do tipo: “eu vejo você” (adorei Avatar), me abastece de sentido para que eu continue.

Mi (1)Minha Milena está muito linda. Ela tem feito diálogos maiores e inserido palavras novas e mais complexas. Tem tido iniciativas fantásticas, como outro dia, no meio do feriado, me trazendo o telefone e pedindo para que eu ligasse para a vovó de Uberaba. Ela conduziu toda a conversa, perguntou por todos da casa, pediu para falar com o avô, convidou para virem nos visitar, uma linda!!! A mãe, fica do lado com o coração arrebentando de orgulho. É claro, que, como vocês sabem, sempre que ela faz estas conquistas imensas que me colocam em estado de graça, ela dá um jeito de me fazer descer das nuvens e fincar de novo os pés no chão, então no domingo à noite, depois de eu tê-la levado ao shopping como ela pediu, chegou em casa com uma crise de birra e irritação que nos valeram horas de paciência. Gritos, berros e muita agressividade, que nos deixa a todos aqui de casa (acho que do prédio inteiro) estarrecidos.

bottonCom todo este movimento do Dia Internacional do Autismo, eu estive vendo de perto muitas famílias, vi muitos dramas maiores que o meu, crianças mais agressivas, mais agitadas, mais espertas, mas, sobretudo pude ver e ouvir suas mães, algumas ainda no começo da jornada, outras que estão no caminho há anos e anos, pioneiras solitárias que sofreram tanto com a desinformação. Um misto de emoções me invadiu a alma e pude ter certeza da riqueza de aprendizagens que o universo do autismo pode nos trazer. Que bom ter dentro de mim tanto afeto transbordando, carinho desse tantobebe de gente que tenho conhecido, neste mundo virtual e no mundo real. Isso faz com que eu me sinta tão desperta que fica difícil demais dormir.

A todos, meu carinho. Obrigada sempre!

Post anterior Próximo post

Você também vai gostar

Deixe seu comentário!

avatar
  Subscribe  
Me envie notificações de