Dia das Crianças

Foi um dia das crianças bem diferente para a Milena. Ela reconheceu que tinha “direito” a um presente! A gente tem comemorado esta consciência das datas, os dois últimos natais, páscoa e agora, o dia das crianças. Mas foi a primeira vez que ouvimos: – quero um presente. Eu pensei que ir na loja e deixá-la escolher seria um bom exercício para ela, mas foi sim um bom aprendizado, PARA MIM!!! Desde que chegou ela foi para a prateleira das Barbies e não saiu mais. O marido da minha sobrinha é vendedor da loja, então tentamos mostrar os laptop´s de brinquedo, os bebês de todos os tamanhos e com acessórios, mas não teve quem fizesse ela escolher algo diferente. Encasquetou com a Barbie salão de beleza e lá se foi muito mais dinheiro do que eu esperava gastar.

Lá dentro de mim, vou confessar que fico muito feliz. Vê-la escolher algo e perseverar, é fantástico, além disso, como já disse ela tem muitos brinquedos que não brinca, a escolha dela, vem da convivência na escola, no dia do brinquedo, as garotas brincam de Barbie, a priminha dela tem uma coleção e ela quer ser igual às outras colegas, quer também ter – e já tem outras – a tal Barbie, ou seja tem um significado para ela, quem sabe assim ela não se interessa mais?

Quando ela chegou na escola sexta-feira com a boneca fez o maior sucesso, isso é o que importa. Ela não brinca com ela sozinha, e se a gente senta com para brincar junto consegue ficar por cinco, dez minutos, mas ainda assim é uma grande conquista. O brincar é muito importante para qualquer criança, principalmente para quem tem problemas de relacionamento social. Por outro lado, preciso ficar atenta para não estimular o consumismo, em fazer com que ela entenda que nem sempre pode ter o que quer, mas isso eu vou pensar depois sabe? Por enquanto curtir o fato dela querer uma boneca e não abrir mão disso é tudo o que quero.

Desde que era um bebê, se colocássemos qualquer obstáculo na frente da Milena ela desistia do que queria, se desinteressava. Aquilo nos trazia uma tristeza enorme. É nisso que penso quando a vejo persistir em algo que quer. Pena que isso acontece de forma obsessiva com uma frequência cada vez maior. É sempre assim, ao lado de cada conquista surge um novo desafio.

Esta semana teve na escola o dia do cabelo diferente, Milena amou se pentear, ficou linda e como é “perua” ficou se achando linda por horas na frente do espelho. Boa semana para todos nós, um forte abraço!

Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe seu comentário