Caneta em cima de uma agenda aberta e em branco.

Agradáveis Surpresas

Algumas perguntas não fazem muito sentido para Milena. Se pergunto, por exemplo, que dia é hoje, ela nem responde. No entanto, toda vez que pergunta algo como “nenêna tem Jane (profa. de música)?” e eu respondo não, ela questiona: “amanhã?”. Ou seja, ela já está construindo esta noção de tempo. Há alguns dias, ela me chamou para sair e eu disse que ela teria que esperar um pouco, ela cruzou os bracinhos, permaneceu de pé ao meu lado por alguns segundos, falando em seguida: “pônto, pelêi”.

Uma boa memória

O que aconteceu ontem me surpreendeu. Nossa colaboradora em casa está de férias e eu tenho corrido bastante. Então na hora de buscá-la na escola pedi para a minha filha ir e continuei trabalhando no computador. Quando ela chegou, falou duas ou três palavras e disse: “bamux mamãe, ânja?”. Eu tinha esquecido completamente que era terça-feira e que tínhamos Terapeuta Ocupacional, nossa querida Ângela, logo após a escola. E olha que eu não tinha tocado neste assunto esta semana, fomos correndo ao compromisso que minha lindinha não me deixou esquecer.

Ela tem a agenda dela na memória, além dos detalhes de lugares e acontecimentos. Se ela esteve em uma praça no ano passado, quando chegarmos ela vai nos contar que foi em tal brinquedo, que tinha um “miíno” (menino). Eu acho muito bom. Sei que uma memória prodigiosa é característica de muitas pessoas com Autismo. Não sei se a Mi terá esta característica, mas me encanta até agora esta habilidade de minha princesa.

Programa PECS

Como parte da ampliação do programa neurocognitivo, iremos implementar um programa PECS que é uma forma de comunicação facilitada feita através de figuras. Ao contrário do que se pensa, este não é um recurso para quem não usa a fala. No caso da Milena, vai ajudar a estruturar melhor esta comunicação. Ela precisa formar frases coerentes e melhorar também a dicção. Estou confiante. Até agora, como tenho dito aqui, temos acertado na escolha das terapias e abordagens. A interação social dela está muito boa.

A felicidade dela em primeiro lugar

Em muitos momentos, Milena é inadequada em situações sociais, tem comportamentos estranhos, tem estereotipias motoras, tem dificuldade de atenção, dificuldade em coordenação motora, medos estranhos, manias. Mas o que mais me preocupa sempre é que ela seja feliz e até agora, ninguém que convive com ela pode negar que ela é uma garotinha muito feliz. As dificuldades a gente vai administrando e auxiliando com a ajuda e compreensão de todos que convivem com ela.

Forte abraço a você leitor amigo, fique em paz e obrigada pela visita.

0 0 vote
Article Rating
Post anterior Próximo post

Você também vai gostar

Subscribe
Me envie notificações de
guest
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] Como disse no post anterior, Milena sabe a agenda dela de memória, então todo dia ela tem alguma coisa para fazer e pergunta: “nenêna tem Jane, mamãe, hoje?”. Ela não pergunta se tem natação, ela pegunta pelo nome da professora ou do terapeuta. É um tal de “nenêna tem Liana”, “tem Ânja” e por aí vai… […]