Menino de calça jeans e jaqueta azul atirado na calçada de pedra fazendo birra.
4 anos, Comportamento

Tempos de crises e birras

A montanha russa de subidas e descidas vertiginosas que tão bem representa a convivência diária com alguém com algum Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) nos surpreende e intriga constantemente.

Não existe adaptação ou costume, tudo é uma constante novidade. Estudo, leio, me informo, troco experiências com grandes amigos – virtuais ou não – e sempre me deparo com situações surpreendentes em meu dia a dia.

Neste momento estão me surpreendendo as birras, ou crises, não sei bem dizer o que é. Milena se irrita com alguma coisa e essa irritação não passa. Ela chora, bate, vem para puxar o meu cabelo, atira as coisas no chão irritada e assim fica por um bom tempo. Por mais que eu tente consolar ou dizer que ela tem outras formas de expressar a raiva (bater na almofada, desenhar) ela insiste em ficar na postura do contra. Não faz nada que pedimos. Olha, é um momento terrível. É preciso uma dose cavalar de paciência, pois se fico brava e dou-lhe uma bela bronca, aí sim a coisa desanda de vez. O jeito é conversar bem docemente, e ir tentando despertar o interesse dela para alguma outra coisa.

Estes episódios tem sido constantes. Acredito eu que está fazendo falta a homeopatia antroposófica que deu tão certo, mas que em Uberlândia não encontrei um profissional que nos oriente. Dra. Rosanne socorro!!!!

A tal da montanha russa

Ainda bem que são momentos. Que bom que eles passam. Hoje de manhã, por exemplo, está um docinho de criança. Dócil, carinhosa, obediente. Por isso o termo montanha russa é tão adequado.

Vamos levando né? Crescendo em paciência e tolerância e encontrando novas formas de agir. É o que sempre digo: vamos nos melhorando neste caminho, que exige esforço, mas compensa muito.

Que todos tenham excelentes dias de final de maio e princípio de junho. O que me lembra a música do Kid Abelha que eu adoro:

Maio já está no final
É hora de se mover
pra viver mil vezes mais
Esqueça os meses
esqueça os seus finais
esqueça os finais

 

Post anterior Próximo post

Você também vai gostar

Deixe seu comentário!

avatar
  Subscribe  
Me envie notificações de