Foto de cima de Uberlândia/MG.

Uberlândia

Minha cidade é uma linda cidade. Cresceu muito e desordenadamente. Em 30 e poucos anos passou de 70 para 600 mil habitantes. Tendo recebido tanta gente de fora, tornou-se um caldeirão de culturas e valores, o que a faz ser diferente.

Aqui tem um misto de tradicional com liberal e tem uma cultura de cultivo da aparência, onde o ter é infinitamente mais importante que o ser… Como é minha cidade de origem, nada mais natural que eu já soubesse disso tudo. Morei aqui uns bons anos de minha vida, mas agora com toda a nova visão de vida que o Autismo me trouxe isso me choca um pouco.

Onde estão os autistas de Uberlândia?

Tenho me perguntado: onde estarão os autistas de Uberlândia? Não temos por aqui nenhuma associação, nenhum tipo de atendimento específico, NADA!!!

Já encontrei uma mãe que tem uma filha de 23 anos e me disse que há apenas dois anos foi saber o que é o Autismo (!). Outra me foi encaminhada pela pediatra da Milena que também desconhece as particularidades do que acontece com seu filho de 15 anos e, sem querer, negligencia os pedidos de socorro que o filho envia através da agressividade…

Muito triste ver que o Brasil não fala de Autismo quando tantas pesquisas apontam para um prevalência crescente e assustadora: nos EUA, 1 a cada 160 nascimentos; No Brasil, fala-se em 1 a cada 500. Muito mais frequente que a síndrome de Down. Então, onde estão estes indivíduos?

Escondidos em lindos rostinhos, passam por nós o tempo todo e são tão ignorados e incompreendidos. Seus pais vivem uma experiência intensa, passam por situações limite e sequer podem contar com alguém que os ouça e compreenda…

Tenho pensado muito nisso e a vontade de me reunir com alguns pais aqui da cidade (vou precisar achá-los primeiro) tem crescido. É bem despretensioso, apenas uma reunião de desabafo como faz no Rio a Mão Amiga.

Espero contar com a torcida dos meus amigos e familiares do blog 😉

Milena está amando a nova escola. Tia Valéria e os seus coleguinhas a receberam com tanto carinho! E para as

ursinhos

crianças, com Autismo ou não, carinho e paciência é simplesmente tudo o que precisam para serem felizes.

Um super beijo e o desejo de que você tenha uma semana iluminada!

 

0 0 vote
Article Rating
Post anterior Próximo post

Você também vai gostar

Subscribe
Me envie notificações de
guest
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Luciene Gomes
Luciene Gomes
5 anos atrás

Oi meu nome e Luciene mas sou conhecida como tia Lu.Sou professora em uma escola na cidade de João Monlevade MG. Minha turminha é Maternal I e tenho dois lindos alunos autista que aprendo muito com eles.Estou lendo seu blog e aprendendo muito. Bjos ti Lu

Debora Armond
Debora Armond
1 ano atrás

boa tarde, moro na cidade de ribeirão das neves e vamos nos mudar para Uberlândia, mas estamos inseguros pois temos uma criança autista de 3 anos, e nao sabemos por onde começar a procurar tratamento na cidade. sera que pode nos auxiliar? em questão de escolas, terapias, terapias pelo sus ou pela unimed.

luna grazielly ramos de oliveira
luna grazielly ramos de oliveira
1 ano atrás

ola onde fica esta escola??