maternidade e milena

Maternidade e Milena

O meu objetivo ao criar este blog é registrar a maravilhosa experiência de ser mãe da Milena. Adoro ser mãe! A maternidade me encanta, a gravidez me encanta. Como também me encantam os laços mágicos que unem uma mãe a seus filhos. Todas as vezes que alguém me diz que está esperando um bebê a minha reação instintiva é: “Oh! Que maravilha”. Mesmo que seja um filho que veio na hora “errada”, ou num contexto complicado, ainda assim é uma bênção.

A gravidez da Milena foi muito emocionante. Já tinha dado a luz da minha segunda filha há 11 anos. Então, foi delicioso curtir novamente as emoções. Eu me dediquei muito para proporcionar a ela uma chegada tranquila. E assim foi, tudo correu muito bem.

Milena é maravilhosa, sensível, carinhosa. Temos, de fato, uma ligação muito especial – que existe com os outros filhotes também, é claro. Meus filhos são maravilhosos. O mais velho está empenhado em vencer a etapa do vestibular, minha mocinha está como toda garota de 15 anos, “só pensa” em namorar, patinar e ficar horas na internet. Como toda mãe, eu gostaria que eles estudassem mais, tivessem mais disciplina e se empenhassem mais. Entretanto, sou muita grata aos dois por serem educados, carinhosos e atenciosos comigo e com a irmã. Enfim, sou uma mãe muito feliz.

Novas interações e fases

Mudando de assunto, esta semana vamos a São Paulo novamente e o melhor é ver que, pela primeira vez, Milenaestá curtindo voar. Ela reconhece o avião, sente que está subindo, descendo, olha para os aviões no aeroporto decolando e diz “xéu?”. E eu orgulhosa respondo: “sim, meu amor, o avião foi para o céu”. Lembro-me como eu ficava aflita por ela antes não se interessar em olhar pela janela, em entender onde estava. Eu apontava e dizia “olha o avião”, e ela não demonstrava sequer ver o avião. Na praia também é uma delícia ver que ela explora o ambiente, a areia, brinca com a água. Ah! É tão bom!!!

aviao subindo

Só para não dar moleza pra essa mãe coruja, ela está nos obrigando a manter as janelas fechadas (não temos ar condicionado), pois voltou a jogar tudo pela janela. Detalhe: nada resiste a uma queda tão grande. Apesar da rede de proteção, a mocinha encaixa o objeto pelos buraquinhos da rede e fica espichando os olhinhos tentando vê-lo cair. Então, pelo bem dos controles remotos, telefones, etc., vamos deixar tudo fechadinho por aqui, até que mais esta fase passe.

Um grande abraço, obrigada pela visita, pelos comentários e que Deus nos ampare e ilumine sempre mais.

Post Anterior Próximo Post

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe seu comentário